domingo, setembro 07, 2008

As férias foram passadas nas praias da Costa dos Coqueiros na Bahia







Costa dos Coqueiros na Bahia







Fui também a várias praias da Estrada dos Cocos:
Praia de Itacimirim




A última praia da Estrada do Coco é também uma das mais bonitas. Aproximadamente a 48 km do Aeroporto Deputado Luiz Eduardo Magalhães em Salvador e a 6 km de Praia do Forte no início da Linha Verde, Itacimirim desponta no cenário das belas praias do Litoral Norte da Bahia como uma das mais harmoniosas e sossegadas.
PRAIA DO FORTE












São 12km de praias, delimitadas por dunas, coqueiral, piscinas naturais, um famosíssimo Sítio Histórico que abriga o Castelo Garcia D´Ávila, a Reserva de Sapiranga, as corredeiras do Rio Pojuca e uma animada aldeia de pescadores que recebe o turista de braços abertos, oferecendo, além dos irresistíveis atrativos naturais, uma infra-estrutura de primeiro mundo.
PROJECTO TAMAR As tartarugas também preferem a Praia do Forte. É lá que, segundo estudos do Projecto Tamar/Ibama, está a maior concentração de desova desses animais que, por pouco, não foram extintos da costa brasileira e do planeta. Esta particularidade da região foi responsável pela escolha da Praia do Forte para abrigar a Sede do Centro Nacional de Conservação e Manejo de Tartarugas Marinhas, o conhecido Projecto Tamar.









Mangue-Seco é a vila de Tieta do Agreste


As dunas de Mangue-Seco foram o principal cenário de Tieta do Agreste,uma novela da Globo, adaptação dum livro de Jorge Amado, passada no Mangue Seco.







As dunas de Mangue-Seco





Mangue-Seco é uma pequena vila de pescadores (a população não ultrapassa 200 habitantes), cuja característica são as imensas dunas que com a força dos ventos vem cobrindo ao longo dos tempos coqueiros, casas e até ruas. A vila tornou-se famosa a partir do momento em que foram gravados alguns capítulos da novela Tieta (TV Globo), baseada no romance Tieta do Agreste, de Jorge Amado.
Localizada nas margens do Rio Real, na divisão da Bahia com Sergipe. Ali pode-se deixar os carros estacionados e seguir de barco (mais ou menos 40 minutos atravessando o Rio Real) até Mangue-Seco.






Mangue-Seco abriga diversos ecossistemas de litoral tais como dunas, restinga, foz, manguezais e praias.
São 30 km de praias. Da foz do rio Real até a barra do Itariri, ao sul.
Ali podem dar-se passeios pelas praias e também pelas dunas, em Buggy,


com duração média de duas horas. Passeios lindissimos pelo meio das dunas , nas praias junto ao mar e nos manguezais.
Passeios de barco pelos manguezais do rio Real também podem ser combinados com os pescadores locais.
Mangue Seco testemunha o encontro dos rios Real, Piauí, Fundo, Guararema, Priapu Saguí com o Oceano Atlântico.
(Anotações e fotos tiradas da Internet, de sites de turismo da Bahia), porque as fotos que eu tirei, ainda não as passei para o PC.

Um comentário:

Pipinha disse...

Uau!! Que belas dunas!! Lembro-me perfeitamente da novel Tieta, gostei muito. Foi bom recordar! Parabéns pelas imagens e pelo texto. E belas férias!!!
Beijinhos carinhosos.
Espero vê-la em breve.