sábado, dezembro 13, 2008

UM MÓBIL

Deram ao meu príncipe, este móbil, tão giro, feito com tecidos, feltros, lantejoulas, contas e várias aplicações.

É fácil de fazer e podemos utilizar os peixinhos que compõem este móbil, noutros trabalhos.


domingo, dezembro 07, 2008

UMA PRENDA



Recebi duma afilhada de casamento, que tenho em S. Paulo no Brasil, que também gosta de artesanato, crafts, patchwork, nas horas vagas esta prendinha tão linda e original.


Um coração tão bonito e que ao abrir tem dentro um saco...Adorei e quero partilhá-lo convosco.

VISITA AO MUSEU DO ORIENTE

Tenho andado, fugida....
A dar um apoio, às minhas princesas e príncipe... poder aproveitar o carinho e as gracinhas deles.
E por outras ocupações...


Fui o outro dia com uma amiga visitar o MUSEU DO ORIENTE, em Lisboa. Foi uma tarde óptima, ainda não conhecia este museu, pelo que foi muito agradável.
Gostei muito.

Podem ver tudo sobre o museu em MUSEU DO ORIENTE

Edifício do Museu

(Edifício Pedro Álvares Cabral) era uma construção portuária dos anos 40, do arquitecto João Simões Antunes. A Fundação Oriente adaptou o edifício e transformou-o no belo Museu do Oriente, que tem como missão a valorização dos testemunhos da presença portuguesa na Ásia e as diferentes culturas asiáticas.
O trabalho de adaptação do edifício ao novo espaço de museu foi da autoria (o projecto de arquitectura e o projecto de museologia) entre outros, do arquitecto, João Luis Carrilho da Graça, que recebeu este ano o prémio Pessoa.

É um museu com muita actividade, muitas exposições temporárias e permanentes, vários worshops e muitas iniciativas.


Vi a exposição "Presença Portuguesa na Ásia , Máscaras e Deuses da Àsia, a colecção Kwok On de marionetas cantonesas.



Peças de Macau, biombos, porcelanas, pinturas leques, mobiliário, têxteis, ourivesaria, marfins.

O encontro com o Japão nos séc. XVI e XVII, representado por biombos e lacas Namban.

Uma colecção lindíssima de frascos de rapé chineses. Peças japonesas, de cerâmica, bronze, pintura e mobiliário.

domingo, novembro 16, 2008

E UMA RECEITA DE NATAL AO DOMINGO

Pudim de Natal

Ingredientes:- 1 lata de leite condensado;
- 2 vezes a mesma medida de leite;
- 3 ovos;
- 1 colher de chá de essência de baunilha;
- 1 maçã grande sem casca cortada em fatias finas;
- canela e açúcar para polvilhar;
- 2 pãezinhos cortados em fatias finas;
- 150 g de ameixas pretas secas picadas;
- 100 g de passas;
- 100 g de nozes picadas;
- pedaços de manteiga Preparação:
Bata o leite condensado, o leite, os ovos e a essência de baunilha. Unte uma forma grande com manteiga e polvilhe
com açúcar. Forre o fundo da forma com parte das fatias da maçã e polvilhe com canela e açúcar. Aos poucos, embeba
as fatias de pão na mistura do leite condensado e coloque-as sobre as maçãs. Distribua parte das ameixas, das passas e
das nozes e repita as camadas até que a maçã se acabe. Cubra tudo com a mistura de leite condensado restante,
espalhe pedaços de manteiga e leve ao forno médio durante 40 minutos. Sirva quente.

http://www.receitasemenus.net/

Fernando Pessoa ao Domingo

Tudo vale a pena se a alma não é pequena:
Mensagem,de Pernando Pessoa
Em duas estrofes, tantas frases tão nossas conhecidas.

Ó mar salgado, quanto do teu sal
São lágrimas de Portugal!
Por te cruzarmos, quantas mães choraram,
Quantos filhos em vão rezaram!
Quantas noivas ficaram por casar
Para que fosses nosso, ó mar!

Valeu a pena? Tudo vale a pena
Se a alma não é pequena.
Quem quer passar além do Bojador
Tem que passar além da dor.
Deus ao mar o perigo e o abismo deu,
Mas nele é que espelhou o céu.

sábado, novembro 08, 2008

BOM FIM DE SEMANA

imagens - SpicyProfile.com

Uma receita do Alto Douro

Ainda pensando na minha viagem;
e agora que estamos no tempo das castanhas, aqui vai uma receita, desta região,
vem no site:

http://www.gastronomias.com/

Carne de Porco Estufada com Castanhas

Ingredientes:Para 4 pessoas

800 g de perna de porco ;
2 cebolas ;
3 dentes de alho ;
1 ramo de salsa ;
2 folhas de louro ;
sal ;
pimenta ;
noz-moscada ;
1 kg de castanhas ;
100 g de banha
Confecção:
Coloca-se a carne num tacho com as cebolas cortadas em rodelas finas, os dentes de alho esmagados, a banha, a salsa, o louro, e tempera-se com sal, pimenta e noz-moscada. Leva-se a estufar com o lume moderado, agitando o tacho de vez em quando.Entretanto, cozem-se as castanhas golpeadas em água temperada com sal. Descascam-se e juntam-se à carne estufada no último momento. Corta-se a carne em fatias e acompanha-se com as castanhas.

Panos de tabuleiro

De um pedaço de linho antigo que tinha guardado, "no baú dos nossos tesouros", fiz estes panos de tabuleiro, em linho.

Bordei-os em ponto de cruz e fiz um acabamento em crochet. Um trabalho, que fiz já faz algum tempo.

sábado, outubro 25, 2008

Fotos da viagem à Régua, Chaves.....

Fotos do interior do Hotel Forte de S. Francisco em Chaves










RÈGUA



Régua










Barragens do Cávado, Paradela, Venda Nova e Alto Rabagão



CARVALHELHOS

SANTIAGO DE COMPOSTELA


Passeio pela Régua, Chaves

Fui fazer um passeio pelo Norte do nosso país, pequeno mas com paisagens tão lindas, que é uma pena as pessoas que vão fazer grandes viagens a sítios exóticos, e não conhecem este nosso cantinho à beira mar plantado.
Eu já conheço quase todo o país, mas nunca me canso de o admirar.
Este passeio, embora fosse a sítios já visitados anteriormente, não sei porquê, mas teve um gosto especial. Acho que me lavou a alma. Senti-me tão integrada na natureza, nas paisagens lindissimas, que nos ficam nos olhos, na nossa memória e não consigo descrever as sensações que provocaram em mim, deu-me uma grande paz de espírito.
Tenho pena de não ter o dom da escrita, pois gostaria de poder alongar-me mais na descrição desta viagem.
Fiquei uns dias na Régua, e fui dar um passeio até Pinhão, S. João da Pesqueira, etc.
Este passeio de barco, subindo o Douro é lindo, ainda não o fiz, aliás são alguns dos meus projectos de viagem, subir o Douro, Zezere, Sado, Guadiana...
Mas agora fui sempre de carro, pelas encostas do Douro, sempre junto ao Rio Douro, em pleno Douro Vinhateiro, com todas as antigas casas do Vinho do Porto, Este trajecto foi duma beleza deslumbrante.
Outro passeio, líndissimo pelo Alto Cávado, pelas barragem do Alto Cávado, Paradela, Venda Nova, Barragens do Alto Rabagão.
Fiquei em Chaves fui às termas agora chamadas SPA do Imperador..., visitei as termas de Carvalhelhos, Vidago, Pedras Salgadas, estas passando por obras de beneficiação.
Também entrei em Espanha e fui até Santiago de Compostela.
Caminhos de Santiago, tenho um sentimento especial por Santiago, gosto sempre que passeio pelo Norte ir a Santiago.
No regresso passamos por Vila Nova de Foz Coa, etc...

quarta-feira, outubro 22, 2008

Mais fotos da minha viagem a Salvador da Bahia

Estas fotos , são da Pousada perto da praia do Forte, onde passei as férias na Bahia








Estas em Salvador
Igreja de S. Francisco



E estas em Mangue Seco. A foto das duas palmeiras, sozinhas no meio do areal, o guia que nos levou a dar uma volta pelo Mangue Seco, no Buggy, dizia que tinha sido ali, gravado o DVD da Daniela Mercury - Romeu e Julieta



sábado, setembro 20, 2008

Fui ver o filme MAMMA MIA adoreiiiiii

Let´s look a trailer......






Recordar bons tempos músicas dos ABBA, as roupas loucas que adorava, gostei muito dessa fase é a minha ondaaaaa.

domingo, setembro 07, 2008

As férias foram passadas nas praias da Costa dos Coqueiros na Bahia







Costa dos Coqueiros na Bahia







Fui também a várias praias da Estrada dos Cocos:
Praia de Itacimirim




A última praia da Estrada do Coco é também uma das mais bonitas. Aproximadamente a 48 km do Aeroporto Deputado Luiz Eduardo Magalhães em Salvador e a 6 km de Praia do Forte no início da Linha Verde, Itacimirim desponta no cenário das belas praias do Litoral Norte da Bahia como uma das mais harmoniosas e sossegadas.
PRAIA DO FORTE












São 12km de praias, delimitadas por dunas, coqueiral, piscinas naturais, um famosíssimo Sítio Histórico que abriga o Castelo Garcia D´Ávila, a Reserva de Sapiranga, as corredeiras do Rio Pojuca e uma animada aldeia de pescadores que recebe o turista de braços abertos, oferecendo, além dos irresistíveis atrativos naturais, uma infra-estrutura de primeiro mundo.
PROJECTO TAMAR As tartarugas também preferem a Praia do Forte. É lá que, segundo estudos do Projecto Tamar/Ibama, está a maior concentração de desova desses animais que, por pouco, não foram extintos da costa brasileira e do planeta. Esta particularidade da região foi responsável pela escolha da Praia do Forte para abrigar a Sede do Centro Nacional de Conservação e Manejo de Tartarugas Marinhas, o conhecido Projecto Tamar.









Mangue-Seco é a vila de Tieta do Agreste


As dunas de Mangue-Seco foram o principal cenário de Tieta do Agreste,uma novela da Globo, adaptação dum livro de Jorge Amado, passada no Mangue Seco.







As dunas de Mangue-Seco





Mangue-Seco é uma pequena vila de pescadores (a população não ultrapassa 200 habitantes), cuja característica são as imensas dunas que com a força dos ventos vem cobrindo ao longo dos tempos coqueiros, casas e até ruas. A vila tornou-se famosa a partir do momento em que foram gravados alguns capítulos da novela Tieta (TV Globo), baseada no romance Tieta do Agreste, de Jorge Amado.
Localizada nas margens do Rio Real, na divisão da Bahia com Sergipe. Ali pode-se deixar os carros estacionados e seguir de barco (mais ou menos 40 minutos atravessando o Rio Real) até Mangue-Seco.






Mangue-Seco abriga diversos ecossistemas de litoral tais como dunas, restinga, foz, manguezais e praias.
São 30 km de praias. Da foz do rio Real até a barra do Itariri, ao sul.
Ali podem dar-se passeios pelas praias e também pelas dunas, em Buggy,


com duração média de duas horas. Passeios lindissimos pelo meio das dunas , nas praias junto ao mar e nos manguezais.
Passeios de barco pelos manguezais do rio Real também podem ser combinados com os pescadores locais.
Mangue Seco testemunha o encontro dos rios Real, Piauí, Fundo, Guararema, Priapu Saguí com o Oceano Atlântico.
(Anotações e fotos tiradas da Internet, de sites de turismo da Bahia), porque as fotos que eu tirei, ainda não as passei para o PC.

FÉRIAS NA BAHIA



Férias na Bahia


Bahianas no Centro histórico


Fiz umas férias no Brasil, no Estado da Bahia em S. Salvador, numa praia na Estrada dos Coqueiros.Vou contar alguma história desta região, pois as fotos ainda não as tirei da máquina.
Salvador é conhecida como a “capital cultural do país”.
Até 1763, Salvador sediou a capital da Coroa Portuguesa nas Américas, sendo que alguns monumentos construídos neste período

(Capoeira no Cruzeiro de São Francisco)


continuam preservados, o que torna o patrimônio arquitetônico dessa cidade muito valorizado. No Pelourinho, existem mais de 800 casarões dos séculos XVII e XVIII. A Bahia detém o maior número de praias do país. Por isso, a natureza foi generosa nos 50 quilômetros de costa que Salvador tem, onde as belezas naturais são tão vastas quanto o próprio litoral.Bahia de Todos os Santos. Lugar partilhado por santos católicos e divindades africanas acompanhadas por sua baiana descendência, lugar onde se cultivam crenças animistas cruzadas com um catolicismo tropical e onde os deuses mais amados tomam nomes como Obaluaê, protector dos pobres, Oxum, deusa da beleza, Yemanjá, a rainha do mar, Xangô, deus da justiça, Oxumaré, a divindade do arco-irís, Yansã, deusa dos ventos e das tempestades, e Oxalá, o mais poderoso de todos, identificado também com Nosso Senhor do Bonfim. A mitologia do Candomblé, com o seu culto a dezenas de orixás de origem africana, é a melhor introdução ao sincretismo religioso e cultural do povo baiano.
PELOURINHO,















Fundação Jorge Amado no largo do Pelourinho, centro histórico de Salvador da Bahia, Brasil
O Pelourinho era, há cerca de trezentos anos, um bairro aristocrático. Algumas das edificações mergulham as suas raízes nos séculos XVIII, ou XIX, quando o bairro gozava de comprovada respeitabilidade.
A vida do Pelourinho está hoje muito modelada pelas actividades que dependem do turismo - restaurantes, bares, galerias de arte e lojas - e é, portanto, na época alta que a animação é mais significativa.
Entre os edifícios mais interessantes, e que conservam a traça original, contam-se o Solar do Ferrão (séc. XVII), onde está instalado o Museu Abelardo Rodrigues, e o edifício que acolhe a Fundação Jorge Amado, localizado na parte superior do Largo do Pelourinho, de onde se obtém, precisamente, uma das mais difundidas perspectiva do velho bairro histórico de Salvador da Bahia.(Informações tiradas da Internet do Turismo da Bahia)
Elevador Lacerda e Barra de Salvador