segunda-feira, março 16, 2009

Oceanáro de Lisboa






Como adoro o mar, adoro o Oceanário de Lisboa, onde nos podemos sentir, quase do fundo mar, e pensamos o importante que é preservarmos esse manancial de belezas e riqezas para todos nós.
e que dizer dos versos de Sophia de Mello Breyner, que enchem as paredes do Oceanário?



Mar sonoro

Mar sonoro, mar sem fundo, mar sem fim
A tua beleza aumenta quando estamos sós
E tão fundo intimamente a tua voz
Segue o mais secreto bailar do meu sonho
Que momentos há em que eu suponho
Seres um milagre criado só para mim

" Sophia de Mello"

Nenhum comentário: